Skip to main content
  • Dom Sancho I
  • Praça Velha
  • Parque Polis
  • Cidade Neve

Notícia

"3º Salão de Outono - aberto para obras"

"3º Salão de Outono - aberto para obras"

No dia 18 de janeiro, no Museu da Guarda, encerrou oficialmente o "3º Salão de Outono - aberto para obras", que aí esteve patente desde o dia 7 de novembro de 2018.
E, o momento foi aproveitado para diferentes eventos...

A sessão iniciou com a Celebração de um Acordo Estratégico de Cooperação entre 16 Municípios, a CIM-BSE e o Município da Guarda, alargando a base territorial da  Candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura 2027, que assim reforçou o seu princípio de "candidatura de território", como referiu o Presidente da Câmara da Guarda, Álvaro Amaro, na intervenção realizada após a assinatura do referido protocolo.
Um grupo de alunos de violino e respectivos professores, do Conservatório da Guarda, festejou então o momento, interpretando uma bonita e alegre "valsa ".

finissage do Salão de Outono prosseguiu com uma Conversa-Aberta sobre ”Santa Rita Pintor (1988-2018): 100 anos da Sua Morte”.
O público deslocou-se para o espaço do salão onde se encontram 4 obras do mais ativo impulsionador do "movimento futurista português".

O Vereador da Cultura, Vítor Amaral, apresentou os Catálogos realizados após a 3ª edição do Simpósio Internacional de Arte Contemporânea, em junho de 2018: Catálogo SIAC#3, “As Infâncias Perduráveis” de Paula Rego” e o Catálogo do III Salão de Outono. E, introduziu a temática "Santa Rita Pintor"...

João Mendes Rosa, Diretor do Museu, referiu a importância e a originalidade do assunto, visto tratar-se de uma figura mítica da primeira geração de modernistas em Portugal mas, pouco conhecida no país! E, a conversa abriu-se aos convidados: Guilherme Santa Rita, sobrinho neto do pintor, João MacDonald, que se encontra a escrever a sua biografia, Luís Lyster Franco Fernando Rosa Dias, estudiosos da sua obra e Pedro Teixeira da Mota, escritor  e estudioso de Fernando Pessoa, outro nome da geração Orpheu, revista onde Santa Rita Pintor partilhou algumas pinturas, ao contrário de grande parte da sua obra que, próximo da morte, pediu ao irmão para queimar!

No final, a conversa abriu-se também ao público presente, que encheu o espaço com grande interesse.


 

Galeria de fotos

19-01-2019

Comentários